sexta-feira, 16 de junho de 2017

A Magia das Pequenas Coisas de Sarah Addison Allen


Opinião: 
Gostei bastante deste livro e acho o titulo perfeito para a história.
Pequenas coisas, gestos, sentimentos que as pessoas tem uma pelas outras podem fazer magia na nossa vida e foi o que aconteceu aqui.
Claire faz uns doces "mágicos" que ajudam as pessoas no seu dia a dia mas ela tem certas dúvidas porque para produzir tantos, ela tem que usar ingredientes que não são do seu jardim e o fabrico ocupa tanto tempo que ela se está a afastar da família.
Um dia surge um estranho que faz com que todos os medos de Claire venham ao de cima, mas com a ajuda da família Claire percebe que não precisa de provar nada, que pode ser ela própria.
Um livro muito mimoso que se lê muito bem e bastante adorável, não foi um daqueles que eu leio e não quero parar, mas foi um livro que adorei ler.

Sinopse: 
Por detrás das sebes de um jardim encantado, está aninhada a casa da família Waverley. As mulheres que a habitam são herdeiras de um legado mágico: a macieira, que produz frutos proféticos, e as flores comestíveis, com os seus poderes únicos. Mas algo se passa ultimamente. Uma estranha inquietude parece invadir tudo e todos.
A discreta Claire tem um novo negócio. Inspirada pelo jardim, ela produz doces artesanais em que usa a lavanda para atrair a felicidade, as rosas para reconquistar os amores perdidos, a lúcia-lima para acalmar a garganta e o espírito… E o sucesso destas guloseimas é tanto que ameaça afastar Claire das pessoas e da vida que tanto ama. A rebelde Sydney anseia apenas por um novo começo... e um novo bebé. 
Mas as tentativas têm sido vãs. A sua alegria de viver perde um pouco de brilho a cada dia que passa. A "pequena" Bay, agora uma adolescente, acabou de declarar o seu amor pelo rapaz errado. Apenas Evanelle continua a dar às pessoas exatamente aquilo de que precisam…
E quando um misterioso forasteiro chega à cidade e desafia a essência da própria família, cada uma destas mulheres terá de fazer escolhas difíceis e inesperadas.

Sem comentários:

Enviar um comentário