quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Guarda-me Para Sempre de Brigid Kemmerer

Opinião:
Amei este livro do princípio ao fim, nunca pensei que iria ser assim (apesar de já me terem avisado que era bom). Posso dizer que amei este livro tanto como o 9 de Novembro da Colleen Hoover, esse foi o meu livro preferido até hoje e é aquele que mais me recordo, pelos vistos, vão passar a ser dois que vão ficar nessa categoria, apanhei situações no livro que pensava que iam para um lado e de repente foram para outro lado completamente oposto. 
Tanto Juliet como Declan são personagens juvenis (Adolescentes) que já passaram bastante na vida e que aos poucos vão conseguindo superar os seus obstáculos, como é óbvio não posso contar a história e tenho tanta vontade que nem imaginam, recomendo este livro e sei que não vão conseguir parar de o ler. Aviso também que nem todos gostam do mesmo e o que para mim é excelente, de tirar a respiração que para vocês pode não ser.

Sinopse:
Duas vidas que se cruzam por acaso.
Um grande amor que nasce nas entrelinhas.
Juliet ainda não conseguiu aceitar a morte da mãe. Quatro meses depois, continua a escrever-lhe cartas, deixando-as junto à campa, numa tentativa desesperada de manter a mãe viva e bem perto de si.

Declan é o tipo de rapaz que todos temem. Depois de se meter novamente em sarilhos, é obrigado a prestar serviço comunitário no cemitério local. Além da sua má reputação, ele enfrenta também os demónios do passado.
Quando Declan lê uma das cartas que Juliet deixou no cemitério, decide também ele lhe escrever. Nasce assim uma relação magnética e inexplicável. As palavras que trocam por carta, dia após dia, são libertadoras e reconfortantes, e o amor vai nascendo nas entrelinhas do acaso.
Até ao dia em que a vida real ameaça quebrar todo o encanto.

Juliet e Declan estão prestes a descobrir coincidências terríveis que os mudarão para sempre.
Muito mais do que uma história de amor!
Uma viagem apaixonada pela magia dos acasos, que nos mostra que o destino pode ser, simultaneamente, cruel e fantástico.

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Finding Cinderella de Colleen Hoover

Opinião:
Desde que comecei a ler livros em Inglês, tenho optado por ler livros das autoras que mais gosto, que é o caso da Colleen Hoover. Para quem nunca leu livros desta autora, aconselho vivamente a começar a ler porque são muito bons. Este faz parte da continuação dos livros já cá editados Um Caso Perdido e Uma Nova Esperança, são dois personagens que entraram embora muito ao de leve e que mereciam o seu final feliz, é um livro bastante pequeno e que se lê bem. Tenho sérias dúvidas que a TopSeller chegue a traduzir este livro, mas sei que há outros muito bons que podem vir a ser traduzidos, tirando o facto de que só falta ela vir cá a Portugal :D Talvez para o próximo ano?

Sinopse:
A chance encounter in the dark leads eighteen-year-old Daniel and the girl who stumbles across him to profess their love for each other. But this love has conditions: they agree it will last only one hour, and it will be only make-believe.
When their hour is up and the girl rushes off like Cinderella, Daniel tries to convince himself that what happened between them seemed perfect only because they were pretending it was. Moments like that happen only in fairy tales.
One year and one bad relationship later, his disbelief in love-at-first-sight is stripped away the day he meets Six: a girl with a strange name and an even stranger personality. Unfortunately for Daniel, finding true love doesn"t guarantee a happily ever after... it only further threatens it.
Will an unbearable secret from the past jeopardize Daniel and Six's only chance at saving each other?

10 Blind Dates de Ashley Elston

Opinião:
Em primeiro lugar, dou os Parabéns à Editora Presença por apostar em livros que nos cativam e que nos fazem sonhar, e estarem a apostar em autoras que não conhecíamos. Falando do livro, é um livro fofinho e que sem darmos por isso, (falo por mim) comecei a querer saber e a torcer para que a Sophie ficasse com um personagem, mas aqui temos a realidade dos Blind Dates, embora sabendo que nos Estados Unidos isto acontece com muita frequência. Espero sinceramente que haja mais livros desta autora a serem editados cá porque se forem todos como este, vou adorar ler de certeza!

Sinopse:
Sophie planeava aproveitar as férias de fim de ano para estar mais tempo com o seu namorado, Griffin, só que ela não esperava que ele colocasse um ponto final repentino na relação. De coração partido, vai para a casa dos avós, a fim de participar na festa que reúne a sua grande família.
É então que a avó elabora um plano para fazê-la seguir em frente: ao longo de dez dias, Sophie participará em dez blind dates planeados por diferentes elementos da família. Vai ter alguns encontros engraçados e agradáveis e outros verdadeiramente bizarros... mas, com o tempo, Sophie aprenderá o que é melhor para si.

Quando Griffin aparece inesperadamente e lhe implora uma segunda oportunidade, Sophie fica mais confusa do que nunca. Até porque é possível que tenha começado a interessar-se por outra pessoa… Estas vão ser as piores férias de sempre… Ou será que não?
Divertida e envolvente, uma história sobre crescimento, família, amor e amizade.

sábado, 17 de outubro de 2020

Sete Guardanapos de Zara Raheem

 
Opinião:
A primeira coisa que olhei foi para a capa, e achei que fosse um livro interessante, até pensei que seria espantoso, mas não foi. Foi um livro que tive vários momentos em que só quis parar de ler mesmo a meio e até parecia que o livro não acabava. Fez-me lembrar alguns livros que por menos conseguimos pousar logo, mas sempre pensei que fosse a melhorar em alguma parte do livro, até que nos mostra uma diferente cultura, ambientes diferentes do qual se calhar não conhecemos bem ou desconhecemos mesmo. Não é um livro que me atraiu e por isso dei apenas 2 estrelas.

Sinopse:
Leila adora os pais mas sente uma dificuldade crescente em aceitar as exigências deles. Embora vivam nos Estados Unidos, os seus pais mantêm-se fiéis aos costumes da sua Índia natal. E ambos consideram que já foram demasiado modernos com a filha… agora que Leila fez 26 anos, não querem que ela se arrisque a ficar para tia.
Leila, por seu lado, sonha em encontrar o tal e tem uma criteriosa lista de atributos e qualidades que o namorado perfeito terá de possuir. Não está disposta a ficar com qualquer um!
O problema é que os pais lhe fizeram um ultimato: Leila tem 3 meses (apenas!) para encontrar o amor, senão terá mesmo de se submeter a um casamento arranjado…
No seu desespero, ela vai tentar de tudo: deste o speed dating (valha-nos Deus!) aos encontros às cegas (só podia estar cega, mesmo!), sempre em vão… Mas o tempo escasseia! Terá ela expectativas demasiado altas? O que será de si se o homem perfeito não aparecer?
Ao longo do seu inspirador (e hilariante!) percurso, repleto de momentos constrangedores, aventuras para esquecer e dissabores, Leila vai descobrir muito sobre si mesma, sobre o amor, e sobre as coisas pelas quais vale mesmo a pena lutar…

30 Dias de Christine D'Abo

 
Opinião:
Eu já andava de olho neste livro há algum tempo, até ter sido recomendado por uma amiga minha e que disse logo este livro é a tua cara. O que é que uma pessoa faz? Tenta arranjar para ler. Digo-vos uma coisa, fez-me lembrar um pouco o P.s. Amo-te, mas desta vez com cartões de sexo. Oh meu deus! Coitada da rapariga ao ler o que o falecido marido lhe tinha deixado. A tentar começar de novo e vê-se numa situação destas, e como se não bastasse, tem um vizinho que se mudou para o andar dela que é bom, quando a Alyssa o conhece não resiste em olhar-lhe para o rabo, ou seja, o Harrison (vizinho) é um grande pecado que mora perto dela. Acabam por se conhecer e ela não resiste em pedir-lhe ajuda com os cartões, e digo-vos é com cada situação entre eles que não vos passa pela cabeça... Sei que o 30 Noites deve sair em Novembro, mas já estou ansiosa para querer ler a continuação... De uma coisa sei, coisa boa não deve sair também...

Sinopse:
Algumas pessoas esperam a vida inteira para encontrar a sua alma gémea, mas não foi o caso de Alyssa Barrow. Conheceu Rob aos dezanove anos e deviam viver felizes para sempre até que ele adoeceu. Nos seus últimos dias, Rob pediu à sua linda e jovem mulher que não abandonasse a felicidade nem o prazer. Até lhe deixou um presente único, um jogo sensual para ajudá-la a seguir em frente: trinta cartões com instruções para trinta dias de paixão. «Saberás quando chegar o momento certo», dissera.
Passaram dois anos e quando Alyssa conhece o vizinho novo, o atraente Harrison Kemp, começa a pensar que o momento certo chegou... Desde as coxas esculpidas ao sorriso diabólico, Harrison é o tipo de homem que as mulheres querem. Antes que perca a coragem, Alyssa fala a Harrison dos seus cartões há muito ignorados... e pede-lhe que a ajude a pô-los em prática. É um favor que ele está mais do que disposto a fazer. Com o seu toque habilidoso e a pressão quente dos seus lábios contra a pele, Alyssa vê-se a despertar novamente para a vida - e para uma série de outras sensações.
Mas o que começou como uma diversão não tão inocente depressa se transforma em verdadeira intimidade e Alyssa percebe que está a abrir-se não apenas para o sexo... mas também para o amor. No que se refere a Harrison, o que lhe reserva o futuro?

As Gotas de um Beijo de Carina Rosa

Opinião:
Já tinha este livro parado na estante há bastante tempo, e agora tenho estado a tentar ler o que deixado para trás, resolvi pegar num livro que ganhei num passatempo há uns bons anos valentes. Já tinha lido um dos livros da autora A Sombra de um Passado e tinha gostado bastante da história, por isso já teria uma boa opinião sobre a mesma, mas não sei porquê achei que este livro (ou culpa minha porque ia com a expetativa muito alta) ficou um pouco aquém do que esperava. A história é sobre David que se separou da sua ex-mulher e que trabalha num stand, é um grande amigo de Diana do qual já se conhecem desde miúdos, mas tudo muda quando conhece uma bela ruiva que trabalha na joalharia, segue-se um pouco o enredo de quem eu gosto mais, que foi o caso do David, será que gostava de Diana ou será o grande amor da sua vida a bela ruiva? Achei que tinha pouco diálogo entre eles, que poderia ter um pouco mais, de início achei a história um pouco confusa, entre personagens, com a própria autora a ir buscar coisas anteriores entre David e Diana e perdi-me um pouco, mas de resto é uma história que se lê bastante bem.

Sinopse:
Desde que o seu casamento de vinte anos terminou, David é um homem solitário. É no stand de automóveis que dirige que afoga as memórias do passado e a solidão do presente. Afastado de casa e dos filhos, é obrigado a gerir sozinho as acções e as escolhas que fez ao longo da vida, nas quais Diana, uma amiga de infância que considera irmã, tem um papel fundamental. Diana é o seu porto de abrigo e o seu braço direito, mas foi mais do que isso durante o seu casamento agora destruído.
A afinidade entre David e Diana, também divorciada, é quebrada pela chegada de uma mulher ruiva que revela muito pouco de si própria. Laura é atraente e misteriosa, e a atracção entre si e David é mútua e intensa. Será ela a mulher doce e simples que aparenta ser? Entre a joalharia e o stand, passa a alternar-se a languidez dos dias com a turbulência das noites e David acaba por se embrenhar num mundo perigoso de segredos, mentiras e traições. Dividido entre duas mulheres, estará David a encaminhar-se para o fundo do abismo?

De Olhos Fechados de Eve Berlin

 
Opinião:
Depois de ter lido o segundo, (sim já sei começo sempre ao contrário), peguei no primeiro para poder ler, o bom destes livros é que são livros curtos (+/- 200 páginas) e óbvio que o conteúdo é erótico, minha nossa, uma pessoa tem calores com estas autoras. Neste livro, temos o Alex que é um escritor de thrillers, que adora um bom desafio, até se deparar com a Dylan, que o quer entrevistar, quando a conhece ele fica logo desejoso para que ela se entregue a ele totalmente, para que seja submissa, Dylan não gosta de se entregar de forma alguma. Acaba por ser um jogo de quem manda entre os dois, é um livro interessante sobre Dominador e Submisso ou neste caso Submissa.

Sinopse:
Alec Walker é um escritor de thrillers psicológicos sombrios - e um homem que vive para as suas emoções. Desde motos a skidiving, passando por nadar com tubarões, a sua busca incessante de prazer e excitação não tem fim. Essa busca estende-se também às suas relações pessoais, onde nenhuma regra limita os seus desejos. A única coisa que Alec teme é o amor - e permitir que outra pessoa o conheça realmente. Enquanto faz investigação para um livro sobre extremos sexuais, Dylan entrevista Alec - e anseia por saborear a tentação que ele lhe oferece. No entanto, Alec é um dominador famoso e ela recusa entregar-lhe o controlo. Lenta e sedutoramente, Alec mostra-lhe que ao entregar-se-lhe de forma incondicional e submeter-se a todos os seus desejos, ela poderá experimentar o derradeiro prazer. Porém, para poder ficar com a mulher que pela primeira vez o faz ajoelhar, será Alec capaz de correr o maior de todos os riscos e entregar o seu coração? Embalados por um misto de prazer e apreensão, o casal vê-se numa situação tentadora enquanto evita entregar-se ao sentimento que nasce entre eles.