domingo, 28 de junho de 2020

A educação sexual de BB de B. B. Easton



Opinião
Engane se quem pensa que vai ler um livro erótico hot bem ao género que estamos habituados ( a capa bem que me induziu nesse sentido). Este livro para mim fica mais na categoria de cómico picante 🌶! Devo dizer que o que a protagonista passa não é nada de novo comparado com o que nós mulheres passamos nas nossas relações! Somos exigentes e esperamos sempre que o homem saiba o que fazer, quando fazer e como fazer .... se é que me entendem ... para isso colaboraram os livros eróticos com homens perfeitos que só de olharem para nós nos dariam orgasmos bombásticos 😂... ficção pura ficção.
Portanto acho que neste caso a protagonista arranjou este estratagema engraçado para alcançar o seu objectivo! Mas sejamos corretas connosco próprias, se eles fizessem logo tudo bem à primeira que piada tinha!!?? Dei uma mas boas gargalhadas com este livro e até li algumas partes ao meu marido 😉

Sinopse
Ao escrever sobre os seus sentimentos e desejos mais íntimos num diário secreto, uma mulher vê a sua vida mudar radicalmente. 

“Após anos a tentar apimentar a minha vida sexual, desisti e comecei a escrever sobre as minhas fantasias e desejos num diário. Estava preparada para aceitar que o meu marido (o meu marido lindo de morrer pura e simplesmente não era o tipo intenso e arrebatado que eu tinha imaginado. E o que pensei foi: se eu não podia ter o tipo de paixão avassaladora que queria na vida real, então porque não canalizar a minha energia para a escrita? Era uma boa ideia, não era? Ninguém tinha de saber. Afinal, é para isso que existem os diários. Para guardar segredos.
Agora, adivinhem só o que aconteceu...
O meu marido encontrou o diário.
E leu-o.
E isto ainda fica melhor...
Ele não só mostrou estar à altura da situação, como... subiu a parada!
Foi mais forte do que eu, comecei imediatamente a testar os limites dele. E cada entrada do diário passou a ser pensada de forma a influenciar o seu comportamento. Correu tudo maravilhosamente bem... ou quase tudo. Como é que eu ia adivinhar que a maior surpresa da minha vida estava ainda por acontecer?”

sábado, 27 de junho de 2020

Drácula de Bram Stoker

Opinião:
Já é o segundo livro leio em estilo de diário e sinceramente não é o meu estilo.
Este foi uma leitura conjunta aqui do blog e onde o tema era terror, mas para mim foi tudo menos isso.
Achei a história confusa pois estava tudo em forma de diário, mas o problema é que eram vários diários ao mesmo tempo porque eram pontos de vista de várias pessoas.
De terror nada tinha, foi dificil de acabar de ler e a unica coisa que para mim escapou foi perceber algumas coisas sobre o Conde Drácula e a maneira como o tentavam combater.

Sinopse:
Uma verdadeira obra-prima, Drácula transcendeu gerações, linguagem e cultura para tornar-se um dos romances mais populares alguma vez escritos. É por excelência uma história de suspense e horror, que ostenta um dos personagens mais terríveis que já nasceram na literatura: o conde Drácula, um espectro trágico e noturno que se alimenta do sangue dos vivos, e cujas paixões diabólicas depredam os inocentes, os desamparados, e os belos. Mas Drácula também se destaca como uma saga alegórica de um ser eternamente amaldiçoado cujas atrocidades noturnas refletem o lado sombrio da era extremamente moralista em que foi originalmente escrito - e os desejos corruptos que continuam a atormentar a condição humana moderna.

A Educação Sexual de BB de BB Easton

Opinião:
Fui enganada com esta autora...Lol.
Esperava um livro extremamente erótico e muito hot, mas acabou por sair um diário e muitas gargalhadas.
Acho que se não fosse pelas gargalhadas seria um livro que levava duas estrelas.
BB acha que consegue mudar o marido ao escrever certas coisas no seu diário, mas nem sempre corre bem e a maneira como ela vê e escreve as suas histórias são extremamente engraçadas e algumas até meio quentes.
Só que para o meu gosto não foi quente o suficiente e acabei por ficar ligeiramente desiludida.

Sinopse: 
"Após anos a tentar apimentar a minha vida sexual, desisti e comecei a escrever sobre as minhas fantasias e desejos num diário. Estava preparada para aceitar que o meu marido (o meu marido lindo de morrer pura e simplesmente não era o tipo intenso e arrebatado que eu tinha imaginado. E o que pensei foi: se eu não podia ter o tipo de paixão avassaladora que queria na vida real, então porque não canalizar a minha energia para a escrita? Era uma boa ideia, não era? Ninguém tinha de saber. Afinal, é para isso que existem os diários. Para guardar segredos.

Agora, adivinhem só o que aconteceu…
O meu marido encontrou o diário.
E leu-o.
E isto ainda fica melhor…
Ele não só mostrou estar à altura da situação, como…subiu a parada!

Foi mais forte do que eu, comecei imediatamente a testar os limites dele. E cada entrada do diário passou a ser pensada de forma a influenciar o seu comportamento. Correu tudo maravilhosamente bem… ou quase tudo. Como é que eu ia adivinhar que a maior surpresa da minha vida estava ainda por acontecer?"

Antes de adormecer de S.J.Watson



Opinião
Este livro prendeu me desde o início! A escrita é simples e fluida e vai nos levando de capítulo em capítulo mais perto da verdade. Seria muito estranho todos os dias acordar e perder todas as nossas memórias durante o sono. Acordar e não saber quem somos. A meio do livro deslindei a história e não falhei, estive até ao fim na dúvida de estava certa ou não. Agora tenho de ver a adaptação ao cinema com a Nicole Kidman a fazer de protagonista principal!!

Sinopse
«Durante o sono, a minha mente apagará tudo o que fiz hoje. Amanhã acordarei como acordei hoje de manhã. A pensar que ainda sou uma criança. A pensar que tenho toda uma vida de escolhas pela frente…»

As memórias definem-nos. O que acontece se perdemos as nossas memórias cada vez que adormecermos? O nosso nome, a nossa identidade, o nosso passado, até mesmo as pessoas de quem gostamos - tudo perdido numa noite. E a única pessoa em quem confiamos poderá estar a contar-nos apenas metade da história. Bem-vindos à vida de Christine.
 

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Senhora do amor e da guerra



Opinião
Livros históricos não são os meus preferidos e devo dizer que o que me atraiu para a leitura deste foi mesmo a capa que está linda ! E ainda bem que o li! Adorei a inteligência e tenacidade de Kulita, acho mesmo que terá sido a pioneira em registos contabilísticos. Este livro não se debruça sobre a parte romântica das vidas das personagens mas sim no início da invenção da escrita. Como o autor afirma no início fica a cada um de nós acreditar ou não nesta versão 😉

Sinopse
Uruk, Mesopotâmia, 3000 a.c. Séculos anos antes do famoso Gilgamesh, uma bela mulher aparece a comandar os destinos da maior cidade do mundo.

Sete extraordinárias plaquetas de barro cozido sugerem a sua história: a inteligência, a coragem, o poder de sedução que a conduzem ao poder vencendo todas as adversidades; a luta contra a corrupção dos sacerdotes de Inanna; a vitória sobre os invasores amorritas; e finalmente o dia em que embarca para o reino das trevas, vitimada pela pestilência, após inundações que cobriram a terra como após um dilúvio bíblico…

As plaquetas chegam assinadas por Zamug, o Coxo, que abandonou a cidade maldita levando consigo os ensinamentos de Nisaba, ou seja, o segredo da escrita. 
 

domingo, 14 de junho de 2020

Amar um Homem perdido de Mary Jo Putney




Sinopse
Que óptima estreia com esta escritora! Embora os livros de época tenham tendência a ser muito parecidos este acaba por ter uma boa história por base. Ficamos envolvidos na trama e acho que tudo se encaminhou de forma calma para um final expectável. A personagem feminina está muito à frente para a época 😉. Já estou a imaginar sobre que casais vão ser os livros seguintes... aguardemos os próximos livros. 
 
Sinopse
Após um violento naufrágio, Adam desperta sem qualquer recordação do seu passado, do seu título de duque ou sequer do trágico acidente que quase lhe acabou com a vida. Mas fica encantado ao saber que Mariah, a beldade de cabelos dourados que cuida dele com tanto empenho, é sua mulher. É certo que o nome e o rosto dela não lhe são familiares, mas ao sentir o seu toque, ele sabe, com toda a certeza, que ela lhe pertence…
Ao tentar livrar-se de um pretendente agressivo, Mariah Clarke nunca imaginou que a sua salvação viesse na forma daquele estranho de olhos hipnotizantes trazido pelas ondas para uma praia deserta. Não foi sequer difícil convencer Adam de que era mulher dele. O verdadeiro problema é resistir à tentação de cumprir o seu dever de esposa. Pois, apesar de começar como fantasia, a paixão tornou-se perigosamente real… e tão, mas tão arrebatadora…
Amar Um Homem Perdido é uma história de amor e aventura que desafia as convenções. Um hino à imprevisibilidade do amor

quarta-feira, 10 de junho de 2020

O meu adorável vizinho de Penelope Ward

Opinião
A leitura deste livro deixou me um misto de sentimentos! O início é muito parecido com outro livro que li à pouco tempo, vizinhos, animais, cenas meio hilariantes ... Cheguei a pensar que ia ser mais do mesmo.. Vai daí a história dá uma reviravolta e vejo me completamente cativada e curiosa com o desenrolar. Devo já dizer que homens como Damien não existem 😂 pura ficção!! A cena do hospital ficará para mim como uma das mais românticas que li... Portanto fica o meu conselho !! Se adoram romances que fazem sentir borboletas no estômago este será uma escolha acertada. Só não compreendo a opção da editora ter iniciado a publicação pelo segundo volume, ainda por cima com tantas alusões ao Elec e à história deles no passado, detesto ler livros editados fora de ordem

Sinopse

Por vezes, a cura para um coração partido pode estar na porta ao lado…


Eu sofri uma das piores traições: o meu namorado trocou-me por outra. Foi avassalador, mas aprendi com os erros e decidi nunca mais confiar em ninguém… até o meu caminho se cruzar com o do Damien.

Pouco depois de me mudar para o meu novo apartamento, conheci o meu carrancudo (e delicioso) vizinho do lado, bem como os seus companheiros de casa, dois rottweilers barulhentos. Por partilharmos uma parede, a privacidade é inexistente. Quer isto dizer que ele consegue ouvir todas as minhas conversas privadas… e ainda rir-se delas!

Quando lhe bati à porta para pedir satisfações, os cães dele atacaram-me (aparentemente, o meu cheiro inebriante levou-os à loucura). Mas o Damien foi bastante carinhoso, pediu desculpa e pôs fim à nossa quezília.

Depois disso, o que começou como uma briga de vizinhos transformou-se em muito mais. A química entre nós é palpável, mas, por alguma razão, o Damien é ainda mais esquivo do que eu no que toca a relações sérias. Sinto que está a esconder-me algo e que quer afastar-me com a conversa de sermos apenas «bons» amigos. Será que ele vai confiar em mim e revelar os seus medos?

Não vou aguentar ser outra vez magoada…
Mas é tarde demais… Já estou rendida ao meu adorável vizinho!