quinta-feira, 30 de julho de 2020

Insónia de J.R. Johansson


Opinião:
Um livro que andava a rebolar cá por casa e que apesar de o ter não me chamava muito à atenção.
Na minha opinião é um livro bastante bom e que me prendeu, adorei o tema e consigo-me a imaginar no lugar de Parker.
Também imagino o quer seria estar do outro lado, ser aquela que é perseguida e que não sabe da verdade, por isso quando olha vê um maluco.
Parker é um jovem com um dom ou com uma maldição (depende do ponto de vista), que vive um dia de cada vez e sem esperança, até encontrar Mia...até aqui nada de especial.
O problema surge quando Parker faz de tudo para ter um pouco de paz e acaba por se meter em problemas.
Mais uma vez e com muita pena minha não temos continuação cá em Portugal, da maneira que gostei deste, tenho a certeza que também ia gostar dos outros.

Sinopse:
Parker Chipp tem dezasseis anos e não dorme há quatro. Está pálido, tem olheiras, sente tremores e, por vezes, "apagões", não tendo qualquer memória sobre onde foi - e o que fez - durante esses períodos de tempo. Está, enfim, a chegar ao limite das suas forças.

terça-feira, 28 de julho de 2020

A bailarina de Auschwitz de Edith Eger

Opinião:
Penso que estou muito saturada deste tema. Embora este livro não siga a linha do costume. Mais ou menos a meio do livro começamos a acompanhar casos reais que a protagonista acompanhou enquanto psiquiatra. E embora sejam casos interessantes acabei por perder um pouco o interesse. Gostei da maneira positiva como a protagonista conseguiu ultrapassar todos os traumas. Apenas esperava um livro diferente!

Sinopse:
Um livro poderoso e comovente que nos leva numa viagem universal de redenção e cura. 
Edith Eger tinha 16 anos quando foi enviada para Auschwitz. Naquele campo de concentração suportou experiências inimagináveis, incluindo ser forçada a dançar para o infame Joseph Mengele. Durante os meses seguintes, a resiliência da jovem ajudou muitos a sobreviver. Quando o campo foi finalmente libertado pelas tropas americanas, Edith foi retirada de uma pilha de corpos moribundos.
Em A Bailarina de Auschwitz, Edith Eger partilha a sua experiência do Holocausto e as histórias extraordinárias das pessoas que ajudou desde essa altura. Atualmente, ela é uma psicóloga reconhecida internacionalmente e os seus pacientes incluem mulheres vítimas de abusos e soldados com síndrome de stresse pós-traumático. Edith Eger explica como a mente de muitos de nós se tornou numa prisão e mostra como a liberdade é possível quando nos confrontamos com o nosso sofrimento.
A Bailarina de Auschwitz é um livro transformador, um exame profundo do espírito humano e da nossa capacidade de cura.

E se fosses tu? de Tristão de Andrade

Opinião:
Embora tenha gostado da escrita fiquei meio perdida.... este livro parece me ser sobre as mulheres que já existiram, sobre as que existem e sobre as que ainda hão de existir 🤔. So nunca sabemos sobre qual delas estamos a ler ... ainda assim gostei muito da forma como está escrito, só gostaria de ter um melhor enquadramento do que estava a ler.

Sinopse:
Nada é mais forte do que o amor. Seja o que está vivo, o que já passou, o que se idealiza ou o que nunca se chegou a ter.
Este é um livro que fala de amor, com histórias que ilustram a busca de um homem pela mulher dos seus sonhos, alguém que não conhece mas vai encontrando em todas aquelas com quem se relaciona.
Pedaços de quotidiano e de vida, contos de esperança, de encontro e de desilusão. São páginas repletas da possibilidade e da vontade de acreditar e viver um amor.

O segredo do escritor de Liz Nugent

Opinião:
Mas que boa surpresa foi este livro !!! Simplesmente genial a forma como a história é contada por várias personagens e vamos assimilando todo o enredo 😱. Escrito de uma maneira muito inteligente e simples. Nunca pensei ... Vale mesmo apena ler.

Sinopse:
O atraente e carismático Oliver Ryan é a imagem do sucesso. Ele e a mulher, Alice, levam uma vida invejável de privilégio e bem-estar. Invejável até que, certa noite, depois do jantar, Oliver agride Alice com tal violência que a deixa em coma.
O próprio Oliver fica aturdido com o seu gesto. No período que se segue, enquanto todos tentam perceber o que terá motivado esse surpreendente ato de selvajaria, Oliver conta a sua história. E o mesmo fazem aqueles com quem a sua vida se cruzou ao longo de cinco décadas. A verdade é ao mesmo tempo trágica e monstruosa, uma história de vergonha, inveja, fraude e manipulação.
Só Oliver sabe o que teve de fazer para alcançar a vida que ambicionava e a que sentia ter direito. Mas nem mesmo ele está preparado para o choque que a revelação do passado lhe reserva. O Segredo do Escritor é uma história invulgar de tensão psicológica, um retrato complexo e empolgante sobre a génese de um sociopata, na tradição de Barbara Vine e de Patricia Highsmith.

sábado, 18 de julho de 2020

O preço da fama de Suzanne Redfearn

Opinião:
Gostei muito deste livro que nos leva aos meandros do trabalho infantil no meio cinematográfico. As dificuldades de uma mãe em saber gerir o que é melhor para os filhos e até onde vai o limite do aceitável. Muitas vezes como mães, temos de fazer opções difíceis sem nunca termos certeza de estar a enveredar pela escolha correta. Os miúdos não trazem livro de instruções, infelizmente.

Sinopse:
Qual será o preço da fama?

sexta-feira, 17 de julho de 2020

O mapa do coração de Susan Wiggs

Opinião:
O livro perfeito para o vosso verão!! Este livro cheira a mar e dias de calor. Um dia ainda vou querer viver uma temporada numa destes aldeias pitorescas dos Estados Unidos, um sonho para realizar. Neste livro, vivemos as histórias de várias personagens, mas principalmente a história de Camille e da sua viagem para recuperar a alegria de viver depois da morte do marido. Faz-me lembrar os livros de Nora Roberts! Adorei todas as histórias paralelas e a grande história de amor que a sua avó viveu durante a guerra. Aconselho vivamente a leitura deste livro 😉

Sinopse:
Camille Adams enviuvara por causa de uma grande tragédia, mas conseguira seguir em frente com a sua vida numa cidade tranquila da costa com a sua filha adolescente, Julie. A chegada de uma encomenda misteriosa abriu a porta para os segredos antigos da sua família. Camille, Julie e o pai de Camille viajaram para a vila francesa onde ele passara a infância e isso despertou lembranças inesperadas que os transportaram para os dias sombrios da Segunda Guerra Mundial. E, no campo provençal lindo, descobriram uma história surpreendente. Embora a Provença lhes proporcionasse respostas sobre o passado, também era a chave do futuro de Camille. Na sua caminhada, conheceu um ex-oficial da marinha que voltou a despertar a sua paixão, uma paixão que ela não esperava voltar a sentir.

terça-feira, 14 de julho de 2020

O jogo do amor de Cheryl Holt

Opinião:
Adorei acompanhar a história dos irmãos Blair!! E o final é bem emocionante!! Foram três livros cheios de aventuras, as histórias bem construídas e nunca aborrecidas. Já percebi que existem mais dois livros, que vão acompanhar duas personagens secundárias e bem carismáticas. Vamos aguardar. Espero nesses livros ficar também a conhecer a história de Anne ... ela e o seu par são no mínimo curiosos.

Sinopse:
Bryce Blair tinha apenas cinco anos quando a sua família foi destruída. Era demasiado novo para perceber o que aconteceu. Cresceu como órfão, habituado a ser considerado um caso de caridade. Mas no seu íntimo sempre sentiu que um destino superior o aguardava. À medida que os anos passam e ele começa a investigar o passado, o que descobre muda o seu futuro. Pois ao saber que o pai fora um destemido explorador, Bryce decide seguir-lhe as pisadas e rumar ao Egito.