quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

Not What I Expected de Jewel E. Ann

 

Opinião:
Deram-me uma cópia para poder ler e dar a minha sincera opinião, por isso aqui vai. É um livro maravilhoso e que toda a gente devia de ler (a ver se é traduzido cá em Portugal). Conta-nos a história de Elsie e da sua família, ela é uma dona de casa, casada há mais de 20 anos e numa discussão com o marido diz que está farta e que quer o divórcio, o marido sai de casa para espairecer e algo trágico acontece. Alguns meses passam, e há um novo habitante na terra onde Elsie mora (é uma terra pequena, do género de uma aldeia), e o nome da loja é What I Expected ( O que eu esperava), bastante sugestivo e que vêm fazer concorrência à loja da Elsie. O dono da loja Kael, mais novo do que a Elsie e muito convencido tenta fazer ver que podem existir duas lojas na mesma terra, e andam às turras, ela não o suporta mas ambos têm uma atração quase que imediata. Posso dizer que em apenas dois dias li metade deste livro e custou-me acabá-lo porque queria que durasse um pouco mais. Adorava que este livro fosse traduzido cá porque muitas de nós iriam gostar de ler este livro.

Sinopse:
Are humans meant to mate for life? After four kids and an unfortunate but fateful end to her twenty-two-year marriage, Elsie Smith meets the new guy in town. 
Kael Hendricks is … a little younger, a lot sexy, and too confident for his own good. He also doesn’t believe in marriage and all that goes with it.
And …
He’s just opened a new business that threatens the livelihood of Elsie’s family’s store—just in time for the holidays.
The problem?
There’s an undeniable attraction that leads to out of control situations, a loss of inhibitions, and a lot of small town gossip.
As Elsie tries to redefine herself and convince her family she isn’t having a midlife crisis, she’s forced to answer the biggest question of all …
Can she love an enemy who will never surrender?
 

sábado, 28 de novembro de 2020

His Best Friend's Little Sister de Vivian Wood

Opinião:
Tive a oportunidade de ler este livro grátis (estava grátis no site do Kobo) e resolvi ler. Precisava de um livro fofinho, leve e que fosse fácil de ler e este foi. Ela (Ellie) sempre gostou do Henry, o melhor amigo do seu irmão. O irmão de Ellie torna-se o presidente dos Estados Unidos e arranjou uma cabana no meio de uma floresta para que pudesse disfrutar de sossego. Henry tem um trauma da guerra, mas sempre teve uma pequena queda pela irmã do seu melhor amigo, mas Eli sempre lhe disse que a irmã estava fora dos limites. Anos passam e ambos (sem combinarem) encontram-se na cabana, e quando menos se espera uma tempestade e acabam por ficar "presos" na cabana. Entre os pesadelos de Henry e Ellie que sente a sua paixão a aumentar por Henry e o inevitável acontece. É uma história muito fofinha de se ler (para quem goste de ler em Inglês) e adorava que a TopSeller trouxesse esta autora para que pudessemos ler os seus livros em português. Foi a minha estreia e que estreia :D

Sinopse:
She’s my best friend’s little sister with a body made for sin.
I’m a big, burly ex-soldier that shouldn’t even give her a second glance.

She’s a decade younger than me and seductive without trying. I’m struggling through burnout and hiding out from the entire world.
When we both hide out at the same cabin far away from everyone else, a mutual attraction blooms between us.
I know it’s wrong, but it’s impossible to stop touching her once I start. And worse, I don’t want to let her go...
 

Pra Cima de Puta de Cristina Ferreira

 

Opinião:
Mal soube que este livro ia sair, questionei-me o porquê deste título. Chamava bastante a atenção de cada leitor, quando tive o livro na mão em que fui lendo o que se foi escrevendo sobre a Cristina Ferreira, Meu Deus! Atenção! Cada um tem direito à sua opinião, mas a opinião sensata, com cabeça, tronco e membros, que haja uma crítica construtiva, e tudo o que se vê ou lê neste livro, são pessoas mesquinhas que a rebaixam, chamam-lhe tudo e mais alguma coisa só porque trocou da Sic para a Tvi e faço uma pergunta: Quantos de nós já mudaram de emprego para um melhor? Toda a gente responde. Porque é que a Cristina havia de ser diferente de nós? Se era na TVI que queria estar e se na altura não lhe deram o devido valor e decidiu ir para a Sic? Qual o drama? Hoje ouvi a entrevista no Jornal das 8 e ela fala num livro que acho que todos os pais, todas as pessoas que são mesquinhas, deviam de ler. Um livro que já li, e que me revi bastante. Marion: 13 Anos Para Sempre.
Ninguém pensa que hoje o vosso filho ou filha pode sofrer de bullying, que pode ser tratada abaixo de cão como a Cristina foi, que se calhar não aguentam com a pressão do bullying. Deviam de pensar seriamente nisso. Ah e antes que pensem que ela vai ganhar dinheiro com este livro, já o avisou no Jornal das 8 que todo o dinheiro que ganhar deste livro, vai dar a instituições contra o bullying. Hoje posso ser eu a vitima, amanhã são vocês. 

Sinopse:
Um livro com conteúdo chocante, um debate imprescindível.
Na Internet e nas redes sociais, a maldade grassa, o fel destila. Assusta-me perceber que há gente que se alimenta disso, que julga e agride os outros com facilidade e sem pudor.
Este livro é sobre a violência e sobre a necessidade urgente de mudar. Com ele, pretendo confrontar-nos com a impunidade das agressões que, nas redes sociais, se dirigem não interessa a quem ou com que consequências.
Muitos considerarão que este título e o que aqui mostro constituem mais uma provocação. É verdade, este livro é uma provocação, uma chamada de atenção. Mas é também um testemunho que acredito que posso deixar. É uma parte da História e da história das pessoas que, impunemente, optam por agredir. Esta maledicência, esta imensa maldade, num mundo que precisa tanto do oposto, surge porquê? O que leva o ser humano a escrever este tipo de comentários? Um dia, daqui a muito tempo, alguém pegará neste livro e conseguirá entender como eram as redes sociais nesta década do século XXI. Talvez encontre algumas pistas.
O que aqui mostro pretende ser uma abertura de caminho para uma análise sociológica que é preciso fazer. Não é para terem pena de mim ou da minha família. É para percebermos que mulheres e homens atacam ferozmente. Na maioria das vezes, sem conhecimento de causa, por inveja pura e simples ou por qualquer outro sentimento que os especialistas saberão identificar melhor do que eu.
Quero que este debate se faça. Sou uma profissional da área da comunicação e chego a muita gente. Quero usar essa influência para tentar criar reflexão e discussão em torno de algo que não me afeta só a mim, de algo que me parece que faz de nós, enquanto sociedade, gente menor do que poderíamos ser.

Filmes: O Inferno de Gabriel - Parte 3

 

Opinião:
Andava ansiosa para ver esta parte, mas não sei porquê, fiquei desiludida. Achei que ficou uma parte que não apareceu neste filme, (O Gabriel a ser possessivo para com um professor que acaba de conhecer a Julia) e embora se tenham focado na parte sexual, gostei imenso da parte do ex de Júlia a aparecer e a ser agressivo. Outra parte que acho que faltou (sei que o filme já é comprido mas acho que ajudava à história) a parte em que o pai de Júlia acaba por revelar que se separou da ex-mulher e que vai procurar uma casa para ele. Começou bem a história no filme, mas ficou um pouco aqué... Para além de ver muita cumplicidade entre os dois actores e muitos beijos técnicos que deixaram de ser técnicos, gostei bastante do desemprenho dos dois. Espero que no segundo filme que a "Júlia" seja mais espevitada.



Séries: A Maldição de Hill House

 

Opinião:
Para quem ainda não viu esta, é quase o mesmo, aliás, esta foi a primeira a sair e depois foi a Bly Manor. Alguns dos actores desta série transitaram para a outra, por isso é normal que possa acontecer em mais alguma série que possa surgir. Aqui temos uma família que compra uma mansão e que pretende restaurar, vender e depois seguir a vida para uma outra casa que precise. O problema são as almas que estão nesta casa e que vão mexendo com as pessoas dentro da mesma. Confesso que no final deu-me pena, para quem viu sabe, para quem não viu, não vou falar para não ser spoiler. Deixo aqui o trailer para que possam ver e se calhar aguçar o apetite e ver a série:



Série: A Maldição de Bly Manor

 

Opinião:
Desde que aderi à NetFlix que este título chamou-me bastante a atenção, e resolvi vê-lo. Sei que é baseado no livro de Jason Payne, mas que em Portugal não chegou a ser editado (mais um). A série é bastante envolvente, tem algumas partes que com a ajuda dos sons especiais, torna-se uma excelente série. Desconfiei que uma das personagens já teria morrido e que ainda não se tinha apercebido, em cada episódio dei por mim a querer saber mais sobre a história daquela casa. O argumento podia estar um pouco melhor, mas os actores foram espectaculares. Adorei esta série. Se não tiveram oportunidade de ver, vejam o trailer embaixo.



Styxx - Livro 2 de Sherrilyn Kenyon

 

Opinião:
Ok, vou tentar com todas as minhas forças explicar o que este livro foi para mim...
Se o primeiro foi lindo, este foi.... PERFEITO!!! Sou fã desta saga e desta escritora e completamente fã do Acheron, mas... O Styxx foi tudo!!!
Fiquei de coração apertado e chorei demais com ele. Foi um livro que me derreteu o coração e que me fez sentir um turbilhão de coisas. Se no primeiro temos essencialmente a infância de Styxx, neste temos a restante vida no passado e já o presente. E foi muito interessante ler e relembrar algumas situações em que o Styxx apareceu em livros passados e finalmente entender o porquê.
Apesar de ser fã do meu Acheron, neste livro tive uma certa vontade de decapitá-lo, no mínimo. É incrível como, por vezes, escolhemos não ver o que está mesmo debaixo dos nossos olhos, não é?? Enfim, não adiantando muito, porque sinto que se continuo a escrever vou andar a spoilar tudo. Então, digo simplesmente que amei este livro, não consegui largá-lo, sou fã destes dois irmãos lindos e maravilhosos e não queria mesmo que este livro terminasse.
Por isso, se gostam de fantasia e dos livros da Kenyon não percam tempo, vão ler estes livros do Styxx porque não se vão arrepender.... Juro!!!

Sinopse:
Depois de séculos a lutar contra Acheron, Styxx tem finalmente a oportunidade de provar a sua lealdade ao irmão, juntando-se a ele na busca pelo antigo mal que foi libertado e que está à procura de vingança. Mas Styxx não confia facilmente, e o desafio de lutar ao lado do irmão revela-se uma tarefa digna dos deuses. Porém, a realidade nem sempre é tão clara como parece, e quando Bethany surge novamente na vida de Styxx, o guerreiro terá de escolher entre a mulher que um dia foi dona do seu coração e o irmão em quem está a aprender a confiar. Conseguirá Styxx pôr o passado de lado e confiar naqueles que poderão salvar o mundo? Ou o destino da humanidade está em risco devido a séculos de traição?