quinta-feira, 19 de abril de 2018

Valéria ao Espelho de Elísabet Benavent

Opinião:
Segundo livro desta autora e como já tinha dito na outra opinião, foi uma leitura conjunta.
Gostei mais do primeiro, mas este também não ficou atrás e concordo com a Sinopse... pode causar dependência.
A única coisa que me irritou neste foi a relação foi a Valéria não sair do mesmo durante um bom bocado.
Acho que ela tem umas amigas fantásticas e super divertidas, cada uma à sua maneira.
Por favor Suma de Letras não deixes de continuar a publicar esta série, porque apesar da minha opinião não ser 100% boa, eu já estou dependente da Valéria... ou será do Victor? LOL

Sinopse:
Valéria está imersa num turbilhão de emoções.
Valéria acaba de publicar o seu romance e tem medo das críticas.
Valéria está a divorciar-se de Adrián e não está a ser fácil.
Valéria não sabe se quer um relacionamento com Vítor.
AVISO: PODE CAUSAR DEPENDÊNCIA!

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Nos Sapatos de Valéria de Elísabet Benavent

Opinião:
Li este livro numa leitura conjunta e posso dizer que as meninas adoraram este livro, não sei se foi o livro ou se foi a personagem masculina (Victor)...
Sei que o livro deu muito que falar e que muitas de nós fomos ler a continuação e agora estamos ligeiramente zangadas.
Queremos ler os outros, mas ainda não sairam e está tudo com medo que a Suma de Letras não publique os outros.
A minha opinião é que o livro é bom, mas falta aqui qualquer coisa para ser um espectáculo, posso considerar que a história é boa e divertida, mas precisava de mais.
De qualquer maneira adorei o livro e ainda dei umas boas gargalhadas e amei o Victor, como qualquer rapariga que se preze... LOL

Sinopse:
Divertida, emocionante e sexy como tu! 
Valeria é uma escritora de histórias de amor. Valeria vive o amor de forma sublime. Valeria ama Adrian até que conhece Victor. Valeria tem de ser sincera consigo mesma. Valeria chora, Valeria ri, Valeria caminha... Mas o sexo, o amor e os homens não são objectivos fáceis. Valeria é especial. Como todas nós.
Aviso: Pode causar dependência.

A Princesa Adormecida de Paula Pimenta

Opinião:
Foi uma boa aposta desta autora em re-escrever as histórias que conhecemos da nossa infância. Esta é a princesa bela Adormecida. O quanto eu adorava esta história, gravava na altura em vhs, e revia vezes e vezes sem conta. Sobre esta história, é uma história mais actual, mais moderna e está bastante ligeira. Acabou por ser um conto bastante engraçado e quem sabe se os miúdos ou até os graúdos não possam sonhar novamente novamente?

Sinopse:
Era uma vez uma princesa... Você já deve ter ouvido essa introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas esta princesa sou eu. Quer dizer, é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não é nada romântica como são os contos de fada. Muito pelo contrário.
Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim isso tudo só existia nos livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus (superprotetores) tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que de uma hora pra outra, tudo mudou.
Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real, nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida.
Se alguma vez passar por isso, saiba que você não é a única.
Eu não conheço a sua história, mas a minha é mais ou menos assim...
 

A Verdade Segundo Ginny Moon de Benjamin Ludwig

Opinião:
Quando peguei neste livro pensei que não ia gostar deste livro, que ia ter que parar a meio e ter que inclusivamente abandoná-lo porque deveria me fazer alguma impressão, ou ter algum conteúdo sensível, mas enganei-me. Gostei imenso da Ginny, e da sua paixão pela Bonequinha que ninguém entende o porquê dela se preocupar com a Bonequinha. Vemos uma miúda que foi obrigada a crescer rápido demais e ter que lidar com situações que ninguém imaginava. Acaba numa família adoptiva, mas o "fantasma" da mãe ainda paira no ar, até que começa a ver as coisas claras como ela são. Tive imensa pena da Ginny e só me apetecia entrar no livro e poder dar um abraço à miúda que tanto precisava de afecto.

Sinopse:
Enternecedor e repleto de momentos inesperados, este romance apresenta-nos Ginny Moon, que na sua jornada até um novo lar descobre o verdadeiro significado da palavra família. 
Eu tenho medo pela minha Bonequinha. Ela é pequenina e não consegue alimentar-se sozinha. A mãe Gloria passa-se da cabeça. Porque é que ninguém acredita quando digo que a Bonequinha está sozinha e que tenho de a ajudar? Nem mesmo os meus novos Pais Para Sempre, que vivem na Casa Azul, acreditam em mim... 
Ginny tem autismo. Nem sempre entende o que ouve. Nem sempre tem a capacidade para distinguir o que é real. Mas sabe que foi retirada à mãe, e que esta era violenta e consumia drogas; e sabe, também, que precisa de voltar para junto da sua Bonequinha. Esta obsessão e o seu comportamento errático e agressivo levaram a que duas adoções fossem anuladas. 
Poderá Ginny ter razão? Às vezes, o seu novo pai adotivo fica com a sensação de que a Bonequinha poderá ser algo mais. Mas, como já explicou a Ginny inúmeras vezes, não existe qualquer registo de outra criança na sua antiga casa. Porque não conseguirá Ginny ultrapassar esta questão?

terça-feira, 17 de abril de 2018

Cunning de Aleatha Romig

Opinião:
Este é um livro que ainda não saiu em Portugal, mas li o primeiro e não resisti em procurar a continuação.
Amei o primeiro e fiquei tão curiosa que fui procurar a continuação, mesmo não sendo em português e valeu bem a pena.
A tradução não foi das melhores, mas percebi muito bem a história e mais uma vez amei.
A quimíca entre Nox e Charli é super Hot, mas melhor ainda é a maneira como ele quer controlar tudo e ela passa a vida a fazer as coisas à maneira dela.
Vamos descobrindo mais um bocado da história de cada um e estou cada vez mais entusiasmada com esta nova autora.

Sinopse:

Ele é seu dono. Faça tudo o que ele lhe pedir para fazer. Um ano. Sem Futuro. Um passado que não vai embora. Lennox "Nox" Demetri quebrou sua própria regra fazendo um acordo. Pode não ter sido diretamente com o diabo, mas isso não significa que o próprio Santanás não está prestando atenção. Foi o destino que trouxe Charli em sua vida e sua cama? O que aconteceu quando as regras são quebradas e segredos são revelados? "Novas regras... minhas regras." Alex "Charli" Collins sentiu prazer com Nox como ela nunca tinha conhecido. Isso foi antes dela saber seu sobrenome. Agora que a Infidelity está envolvida e as regras mudaram, o que irá resultar quando a vida real e a fantasia colidirem? É realmente trapaça se você está fazendo isso para si mesmo?

O Mapa Que Me Leva Até Ti de J. P. Monninger

Opinião:
Não sei o que pensar deste livro, a verdade é que me marcou, mas não consigo decidir se foi positivo ou negativo.
Mas de qualquer maneira deixou uma marca em mim e só por isso é um bom livro, li muito depressa, mas fiquei tão frustrada por não acontecer o que eu queria.
Adorei a quimíca entre Heather e Jack e a maneira como ele consegue mudar o pensamento dela, mas ao mesmo tempo é frustrante a maneira como ele foge...
No fim sabemos que Jack teve os seus motivos, mas mesmo assim é frustante e o fim então deixou-me danada...
Não deixa ser um excelente livro, mas ao mesmo tempo é frustante porque eu esperava uma coisa e saiu outra.

Sinopse:
Às vezes, uma troca de olhares pode ser o princípio do resto da tua vida.
Heather já acabou os estudos e está prestes a aceitar uma proposta de emprego num grande banco em Manhattan. Antes disso, no entanto, decide fazer uma viagem de comboio pela Europa com as amigas. Umas férias merecidas, antes de começar a vida adulta. Até aqui, tudo normal, certo?

Mas quando um rapaz chamado Jack lhe pede licença e trepa pelo seu assento no comboio para se deitar a dormir no compartimento de bagagens, Heather percebe que esta viagem talvez não vá ser tão normal assim.
Chegados a Amesterdão, já são inseparáveis. Enquanto descobrem os canais da cidade holandesa, Jack partilha com Heather os motivos da sua viagem. Tem um velho diário, do seu avô, que refere todos os sítios aonde quer ir. O casal, juntamente com uma série de amigos, vai acabar por percorrer o itinerário do avô de Jack o melhor que pode.
Mas será que Jack está a contar a Heather tudo sobre o seu passado? E será o encanto do velho continente suficiente para cimentar um amor que apareceu do nada? Um romance enternecedor, que vai derreter até os corações mais resistentes. Se gosta de histórias de amor e tem uma paixão por viajar, este livro é para si.

Prestes a Sair: Regresso a Casa de Deborah Smith

Prestes a Sair: 26-04-2018
Editora: Porto Editora
Sinopse:
Ursula Powell acaba de regressar à pequena cidade da Georgia onde nasceu e passou a infância ao saber da morte súbita do pai, com quem há muitos anos cortou relações. Porém, e apesar das décadas de ausência, o destino arranjou maneira de a pôr frente a frente com os fantasmas que deixou para trás, nomeadamente a estranha escultura de ferro encomendada a um desconhecido artista nova-iorquino e que toda a vida ela culpou pelos males que se abateram sobre a sua família. Mal ela sabe que essa peça vale agora uma autêntica fortuna e que o filho do escultor, Quentin Riconni, tudo fará para a readquirir.

Das paisagens acidentadas dos Apalaches aos ateliers de Brooklyn, duas pessoas que o destino se encarregou de juntar e cujo encontro mudará para sempre a vida de ambos, lançando uma nova luz sobre o passado e revelando o verdadeiro poder do amor.