sexta-feira, 10 de março de 2017

O Ano Em Que Me Apaixonei Por Todas de Use Lahoz


Opinião: 
Um livro leve de se ler, mas que a mim não me disse nada.
Gostei de o ler, mas não achei assim nada de especial, pelo título estava à espera de um livro mais divertido, mas acabei por não perceber o que é que tem a ver com a história.
Sylvain é um jovem simpático que não sabe o que quer da vida e que não quer crescer, apesar de já estar a caminho dos 30. Ao ir atrás do que ele acha ser o amor da vida dele, conhece novas pessoas e começa a ver a vida de outra perspectiva, no meio disso encontra um envelope que contêm a história de vida do seu vizinho.
É um livro neutro para mim, leiam, mas não esperem nada de especial dele porque provavelmente vão se desiludir.

Sinopse: 
Uma homenagem à vida, ao amor e à amizade.
Sylvain, um jovem parisiense que está a caminho dos trinta, sofre de um caso grave de síndrome de Peter Pan: recusa-se a entrar na idade adulta. Embora possua inúmeras virtudes — é perspicaz, simpático, inteligente e versado em várias línguas —, tem também muitos defeitos: é incapaz de seguir em frente quando se trata de amor.
A ideia de crescer assusta-o de morte, o que o leva a aceitar um trabalho mal remunerado em Madrid, para estar mais perto de Heike, a antiga namorada que ele não consegue esquecer. Sylvain traz consigo um plano para reconquistar Heike, mas, entre tantas outras pessoas incríveis com quem se cruza, alguém muito especial irá levá-lo a fazer uma escolha.
E quando descobre acidentalmente um manuscrito que contém toda a saga da família do seu vizinho Metodio Fournier, revela-se diante dos seus olhos uma história maravilhosa e excitante, cheia de estranhas coincidências, que muda para sempre a sua visão do amor e do mundo. No final desse ano inesquecível em Madrid, Sylvain regressará a casa, onde abraçará o seu destino.
Uma história sobre as atribulações e os desafios das relações.
Uma ode à beleza da vida, ao amor e à amizade.

Sem comentários:

Enviar um comentário